Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diario de um urso

Porque o dia não começa sem um café(forte) e uma boa leitura. Espaço onde irei partilhar um pouco deste meu "novo"eu.

Diario de um urso

Porque o dia não começa sem um café(forte) e uma boa leitura. Espaço onde irei partilhar um pouco deste meu "novo"eu.

inteligência artificial em 1982

Tal como prometido venho aqui falar de um dos meus (poucos e são mesmo poucos caramba) vicios, numa era em que tanto se discute se fala se teme e se desenvolve a inteligência artificial, é engraçado pensar que este conceito já dava cartas há uns bons anos atrás, mais propriamente no ano de 1982 (ainda nem eu pensava vir ao mundo) e nascia uma mitica (embora relativamente curta) série de tv que haveria de mudar a minha vida para sempre uns anos mais tarde.
Falo-vos de Knight Rider, e perguntam vocês (os que nunca ouviram nem viram esta série, e pelo questionário anterior, parece que são muitos) o que tem afinal esta série de tão espetacular? serão efeitos especiais tipo Star Wars ou tipo Matrix? não! bastante longe disso (aqui pra nós que ninguem nos ouve a série ate era bastante limitada no que toca cenários e efeitos especiais) -ahhh então só pode ser pelo excelente argumento de cada episódio. Mais uma vez não! o argumento embora em muitos episódios fosse bastante original e envolvente e em alguns casos vale-se por si só não era de todo o factor mais fascinante desta série.
este gaijo está a gozar comigo(pensam voces a esta hora) mas então é pelos atributos corporais dos actores?(tradução: entra a Pamela Anderson e o George Clooney)Raios voltaram a falhar... mas calma já estiveram mais longe da verdade 
o protagonista(humano) da série era um sex symbol da altura adorado pelas mulheres( e eu na minha fraca capacidade de apreciar espécimes com pelos nas pernas e barba tenho de dizer que de facto o rapaz era giro) chama-se David Hasselhoff e muitos certamente se lembrarão dele de outra serie que também se tornou um vicio para mim (e onde de facto entrava a pamela anderson) "baywatch" (marés vivas), mas voltando á vaca fria (nunca precebi esta expressão) nesta série o protagonista era uma especie de james bond, havia sempre uma knight girl (diferente em cada epiosido (sim o homem era um quebra corações) e trabalhava sempre "sozinho" e sozinho está entre aspas porque de facto Michael Knight (o nome da personagem que David Hasselhoff desempenhava) nunca trabalhava sozinho, e meus caros é no fiel companheiro de Michael knight que reside todo o encanto desta série. Mau queres ver que o dono deste blog ficou chalupa de vez?o homem trabalha sozinho mas afinal não?(pensam voces e bem)
Calma eu explico, o fiel companheiro de Michael Knight é o seu carro, mas não se trata de um carro comum, trata-se de KITT as iniciais de Knight Industries Two Thousand, e sim o carro fala mas não é um robô comum, tem peronalidade e sentimentos e são varias as peripécias e conversas caricatas entre Michael Knigt e KITT durante a série, além de toda a tecnologia inovadora(até para os dias de hoje) como por exemplo, o facto ser feito de uma liga indestrutivel, ou o tão conhecido (dos amantes da série) turbo boost em que o carro saltava por cima dos obstáculos, sem esquecer o mitico scanner instalado na frente do carro que fazia aquele som tão caracteristico, e mais tarde o Super Persuit Mode, e que o carro atingia veloidades supersónicas.tudo isto ao volante de um mitico pontiac trans-am preto.
e o genérico da série? ouvir aqueles acordes e dizer olha vai dar o kitt era tão mas tão bom(é hoje o meu toque de telemovel)
Descobri esta paixão na decada de 90 quando a tvi resolveu (e ainda bem) emitir "o justiceiro" como ficou conhecido em portugal ou a "super maquina" como ficou conhecida a série no brasil e uma outra não menos viciante e fantastica (mas sem carros inteligentes) da qual falarei noutro post, dai ate ficar viciado ver a serie toda foi um pulinho e anos mais tarde adquiri a coleção completa de "knight rider" a versão origunal legendada,(sim sou mesmo malquinho por esta série) o fascinio é tanto que há uns anos atrás houve uma exposição de carros usados na série, em Portugal, e eu claro não perdi a opurtunidade de me sentar ao volante do mitico KITT, para terem noção do inpacto da série há clubes de fãns espalhados por todo o mundo inclusive Portugal e o Próprio David Hasselhoff ficou com um dos carros usados na série para uso pessoal. se a inteligencia artificial veio para ficar que seja como o KITT, alias tenho para mim que esta série foi uma premonição do que estamos a viver hoje, já reparam que até as box tv já têem nomes e interagem conosco?
Esta mitica série estreou em Setembro de 1982 e infelizmente teve apenas 4 temporadas (90 episodios no total, o que não e nada para as series de hoje em dia) terminando em Maio de 1986, devido ao sucesso da série em 1997 foi tentada uma versão diferente chamada team knight rider(nunca foi emitida na tv portuguesa) onde a protagonista seria a filha de Michael Knight, mas que não foi bem aceite, finalente foi tentada nova versão da serie em 2007 ( passou na tvi e no syfy) de knight rider com um novo KITT mas sendo este novo carro um Ford Mustang com a capacidade de se camuflar (que o seu antecessor não tinha) apesar deste novo kitt ter tabém ele traços de personalidade própria e sentimentos (eu vi a série toda e até gostei confesso, com a vantagem de que nesta versão havia miudas giras lol) mas a série não pegou, e porque? porque o carro parecia um transformer (há um episidio em que se transforma literalmente num) e isso vai contra toda a mistica desta série além do mais a mistica desta série advém também da altura em que foi produzida, digamos que há coisas que têem o seu tempo.

e a voces caros leitores que viram esta serie que recordações voz traz?

e a quem não viu, ficaram curiosos?

digam lá.

P,S desculpem o tamanho deste post mas entusasmei-me a prtilhar este meu "vicio" 

 

 

 

7 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil

este blog participa

mini.JPG

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D