Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diario de um urso

Porque o dia não começa sem um café(forte) e uma boa leitura. Espaço onde irei partilhar um pouco deste meu "novo"eu.

Diario de um urso

Porque o dia não começa sem um café(forte) e uma boa leitura. Espaço onde irei partilhar um pouco deste meu "novo"eu.

O que nos prende há vida?

Já não é a primeira vez que aqui reflicto sobre a morte e o medo que temos da mesma. 

E digo temos porque sim como qualquer ser humano eu também temo o vazio o desconhecido que vem a seguir.

Mas será esse medo assim tão grande para nós agarrar nos com unhas e dentes às rotinas do dia-a-dia? Será que gostamos mesmo de viver quando muitos de nós passa msis tempo a trabslhar em algo que detesta preocupados com as contas em ganhar a vida a correr sem verdadeiro tempo para viver?  Será que é melhor esta rotina corriqueira em que passamos mais tempo embrwnhados em coisas que nos ocupam que nos absorvem do que a liberdade do descanso eterno?. Será que é preferível viver dia após dia sofrendo com tudo o que nos acontece mas "pelo mebos está vivo"? 

A minha resposta é não  

Não pretendo com este texto dizer ou fazer querer que estou certo e vocês errados, há por aqui quem consiga ser feliz apesar das adversidades e isso é louvável admirável. Mas é para quem não consegue? Para quem pouco ou nada lhe traz felicidade? Para quem passa os dias triste numa rotina deprimente em constante perda e que apenas sobrevive no dia-a-dia, que apenas pssa pela vida e tem apenas pequenos fogachos de felicidade? Podem agora argumentar "se ndo estas bem te s de mudar lutar por ti procurar ajuda' enter ndo isdo ha luz se quem consegue apesar de tudo ser feliz, é gosta de viver, mas é quem como eu não gosta e sobretudo não quer? Porque tenjo eu de carregar um fardo que não pedi?  Todos tenos o egoísmo se querer ter quem amamos junto de nós o maior tempo possível e sim meus caros o desejar ter a pessoa conosco e um ato egoísta e é por sermos egoístas que aceitamos tão mal a morte não aceitamos que alguém partiu porque gostamos muito desse alguém e nso nos queremos privar da sua presença da sua voz do seu cheiro quiçá do seu sabor. 

Mesmo quando no íntimo sabemos que a morte é o descsnso eterno de alguém mesmo quando sabemos que é esse o desejo da pessoa em causa condenamos essa vontade a luz do nosso mais profundo egoísmo, no fundo estamos perante alguém que nos diz "quero partir" e nos respondemos "nao podes porque eu não te quero perder, não quero sentir a dor da tua falta" por isso não raras vezes associamos o fim de uma relação amorosa a uma morte.

Mas é we a pessoa está a sofrer? We e seu desejo partir? Não é nossa obrigação deixar ir? Mesmo que nos custe, que não entendamos essa decisão sim e nossa obrigação aceitar, afinal nenhum de nós pediu para viver, afinal nenhum de nós pode ser julgado por fazer da sua própria vida aquilo que vem entende certo?sei que me vso dizer que há solução que tudo na vida tem solução que estou tolda do pela depressão, mas ndo há mesmo vidas que nso passam disto mesmo, há mesmo pessoas incapazes de ser felizes ou por culpa própria ou por circunstâncias da vida que as impedem   e perdoem-me mas passar os dias numa mesma rotina infeliz autodestruitiva sem alegria ou vontade de viver, sem motivação não é viver é sobreviver e é tso legítimo lutar e conseguir mudar essa dura realidade como sentir que não há forças nem vontade e desistir porque as vezes por msis que se lute é um remar contra a maré e volta tudo ao mesmo. 

Para mim a vida é mesmo uma merda de uma rotina vazia um sair de casa antes das 7 para do voltar a entrar depois das 21h. Um trabslho psicologicamente esgotante onde ndo e valorizado o esforço onde dou apenas mdis um número numa folha de Excel  Uma "família" que ndo me diz nada uma solidão acompanhada uma mso cheia de nada.

A vida para mim é mesmo uma merda não pedi para a viver. Não a quero viver aliás a vida é algo a que já gsnho um certo ódio una certa raiva um certo desprezo não pela vida dos outros mas pela minha só quero que termine rápido e sem mais sofrimento 

 

 

36 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Mais sobre mim

imagem de perfil

este blog participa

mini.JPG

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D