Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diario de um urso

Porque o dia não começa sem um café(forte) e uma boa leitura. Espaço onde irei partilhar um pouco deste meu "novo"eu.

Diario de um urso

Porque o dia não começa sem um café(forte) e uma boa leitura. Espaço onde irei partilhar um pouco deste meu "novo"eu.

Palavras soltas

Diz-me o que é amar

Não digas, mostra-me

Palavras leva-as o vento 

E no meu coração trago

50 tons de cinzento

Não não te afastes por favor

Nada temas

Tal como Christian Grey

Sou mais frágil do que aparento

O meu coração a minha alma 

Implora pelo teu sorriso 

Em busca do teu amor

Pois é dele  que preciso 

Nu de máscaras me vez 

Só tu rainha do meu paraiso

Toca-me, sente-me

Sou mar em rebelião 

Vulcão em erupção

Sou um ponto de Interrogação. 

Sou indecifrável para os comuns

Mas não para ti meu amor

Conheces-me mais do que devias

Sabes o sabor das minhas lágrimas 

Antes de as ter chorado

O cheiro da minha pele

Antes de a ter tocado

A sombra que me atormenta

Antes de eu mesmo a ver

Abraças-me sem te pedir

Porque sabes do que preciso

Afastas a penumbra só com o teu sorriso

Serei eu Christian grey ou Anastácia steel? 

Serei eu gota de orvalho ou mar de maré vaza. 

Serei eu noite escura ou raio de sol e luar? 

Esta frio meu amor por dentro do coração. 

Porque existo?

Perguntume nesta imensa solidão

Porque tenho de viver? 

Se nunca o pedi

A vida não deve ser uma obrigação

O sorriso não deve ser um disfarce

Mas é é por detrás desta mascára

Esta tudo em turbilhão 

Já nada sei de mim

Nem do que fui outrora

Sou uma sombra sem fim

Neste mundo ando à nora 

Anseio pelo escuro eterno 

Esperando a paz desejada

A minha vida é um deserto

Cheia de tudo e de nada 

 

 

 

 

10 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil

este blog participa

mini.JPG

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D