Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diario de um urso

Porque o dia não começa sem um café(forte) e uma boa leitura. Espaço onde irei partilhar um pouco deste meu "novo"eu.

Diario de um urso

Porque o dia não começa sem um café(forte) e uma boa leitura. Espaço onde irei partilhar um pouco deste meu "novo"eu.

Parece que estou de férias

Só tenho férias em Setembro, pertenço ao grupo de pessoas que se recusa a tirar férias em Agosto até porque (como sou um bicho estranho) detesto calor verão praia e todas essas coisas porque toda a gente anseia o ano inteiro.

Acontece que como já muitos de vós deve ter percebido vivo com os meus pais e o meu filho, (a miséria de ordenado não me permite outra vida)  

Acontece também que os meus pais como 70% dos portugueses tirou férias em Agosto e sairam na passada quinta-feira para uns dias no algarve( que original não é?) levando o meu filho com eles felizmente. 

Eu adoro o meu filho amo-o do fundo do coração mas que diacho um pai também precisa de descansar das constantes interrogações, tropelias e lutas que lhe são diariamente exigidas, os meus queridos seguidores que me perdoem mas a quem é pai e mãe entenderá melhor o que acabei de escrever. 

Sinto mesmo que as minhas verdadeiras férias começaram na quinta-feira passada e perdoem-me mais uma vez o que vou dizer. 

Mas chegar a casa e ter silêncio ao invés de cães a ladrar filho a correr de um lado para o outro com constantes interpelações birras e tropelias e não ter sobretudo de "aturar" os meus pais, meus caros o céu desceu há terra até ao fim do mês. 

 

E agora perguntam os meus queridos seguidores:

–Então e não tens saudades? Não te sentes sozinho? 

E eu respondo, SIM, tenho do meu filho.

É lógico que me fazem falta as brincadeiras, o riso contagiante o beijinho na hora de deitar e agora que penso nisso até do "pai podes ler a história? "  Que tantas vezes me custa depois de um dia exaustivo. 

Mas sei-lo bem, feliz entre praia piscina e muita brincadeira, e caramba está com os avós e com a tia (eu ligo todos os dias e todos os dias falo com ele) está portanto bem entregue e isso deixa-me descansado e pronto para aproveitar a paz e o silêncio de ouro que tenho por estes dias em casa. 

Claro que este silêncio é bom e regenerador porque sei que não se vai perpetuar, eu se tivesse de viver sozinho morreria depressa de solidão e tristeza, mas se do meu filho sinto falta quanto aos meus pais a conversa é diferente.

Pode parecer ingrato e injusto o que vos vou dizer mas conhecem  o conceito de pessoas tóxicas? 

Os meus pais representam exactamente isso na minha vida, toxinas das quais dependo para ter um teto. Toxicos porque todos os dias discutem, toxicos porque principalmente o meu pai tem sempre um dedo acusador a apontar para tudo e todos, toxicos porque vivem a vida de mal com todos parece que toda a gente lhes deve e ninguém lhes paga, toxicos porque me fazem sentir que eu sou uma peça a mais na família, toxicos porque na verdade toda a minha família é desfuncional e tóxica, por tudo isto e muito mais que um dia irei explanar devidamente num outro post

 

Em suma as minhas férias são agora, nas do trabalho vou para apanha da fruta, pelo menos ganho um dinheirinho a mais e não aturo as ladainhas e acusações do custume 

 

 

 

18 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil

este blog participa

mini.JPG

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D